segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Proseando com Gracita

 

Serpenteando pelas montanhas rochosas de Minas vem chegando a Gracita
trazendo uma xícara de café fumegante e uma boa prosa.
Acomodem-se e bora degustar esta maravilha.

Sente-se confortavelmente

sirva-se de uma xícara de café

poetas, poetisas e prosadores

te convidam à degustação

finas iguarias poéticas

um saboroso manjar literário

poemas com sabor de luar


Um café com prosa

pra aguçar o sabor

a delikatessen poética

abre portas e janelas

para que a magia da poesia

possa entrar e se albergar

 

A poesia entra em nossas vidas

sem motivo ou razão

basta um momento de inspiração

 

Acorda um coração dormente

enche de versos as nossas mentes

imperiosos, lindos, ardentes

 

Incansavelmente o poeta

tateia o emaranhado das mentes

levando o clamor da emoção

em verso ou prosa

declama o amor

e convida o leitor

a mergulhar neste furor

 

Para as paixões esquecidas

palavras de esperança,  afeto e clamor

para  os amores ardentes

desejo, tesão e calor

assim recita o poeta

lindos versos de amor

 

O poeta poetisa com arte

 faz feitiços de amor

extravasa na gramática

conspira encantamento

une corações dispersos

com seus borbulhantes

versos de amor


E aqui termina nossa prosa

com um cafezinho fumegante

ficando no rebordo da xícara

um convite mudo

para o próximo minutinho de prosa

a prosa dos poetas que amam poesia

(Gracita)