quinta-feira, 20 de junho de 2019

O sopro do entardecer

O sol se põe na explosão do entardecer
A minh’alma se traduz em pensamento
Com a beleza especial do firmamento.
Vejo muito romantismo naquela paisagem
É a perfeição da natureza! Parece miragem

Me sinto frágil, sensível, mutável
não é uma carência prosaica
Olhando a magia do crepúsculo
Consigo me sentir longe de mim mesma
Devaneando  em meus pensamentos.

As nuances do poente mesclam-se
Num composê de cores
O sol vai desaparecendo...
Deixando na água o seu reflexo dourado

E na natureza a vida em continuidade
com as estrelas a cintilar e o desabrochar da lua
para  encantar os casais enamorados
a viver os seus sonhos... suas paixões

Encontros e desencontros
no entardecer da vida
que também se vão...
Como os meus pensamentos
Levados pelo sopro do entardecer
(Gracita)
João Monlevade, 20 /06/2019

Participando da 87ª Edição do Poetizando e Encantando
Uma proposta da amiga Lourdes do blog Filosofando na Vida