domingo, 1 de agosto de 2021

Perdição

 



Perdição é um querer ardente

Daquilo que não se pode ter

É ter o amor tão perto

Mas impossível de alcançar


É olhar para o ser amado

Dando dicas com olhar

E nosso apaixonado

Passa alheio sem notar


É um desejo louco

Que não podemos extravasar

É viver sob os escombros

Desta ruína emocional


É sentir o perfume

sem o aroma aspirar

É desejar um corpo

E não poder abraçar


É erradicar pensamentos

Não deixar enraizar

É ansiar um corpo

E não poder amar


É admirar os cabelos

E não poder tocar

É sentir o frescor do hálito

e não poder se refrescar


Perdição...

É dor na alma

É choro sufocado

É imaginação fantasiosa

É um sonho que se almeja

e não se consegue concretizar

(Gracita)


31 comentários:

  1. Poema lindíssimo que me deslumbrou ler..
    .
    Um domingo feliz
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Boa Tardinha de domingo, querida amiga Gracita!
    Que contentamento a sua volta!
    Espero ter descansado bem, reposto energias para o novo e último semestre do magistério. Comemore desde já sua vitória da vocação que está na reta final com galardão.
    O poema fala de um amor perdição, mas o bom mesmo é o amor emoção, real, onde se faz tudo o que aqui em seu poema não se pode fazer.
    Tão bom poder tocar, olhar no olho, abraçar, acarinhar de verdade e sinceridade de coração!
    Ah! amiga, continue nos alegrando com sua inspiração tão bonita.
    Tenha um novo mês abençoado!
    Beijinhos com carinho e gratidão por tudo.

    ResponderExcluir
  3. Olá Gracita escreves lindamente e eu voltei Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Bah, não poder falar,nem tocar, é fogo...Triste! Linda tua inspiração! Adorei! beijos, chica

    ResponderExcluir
  5. Perdição é um pouco de cada e não é muito saudável!!! Bj e 👏👏👏

    ResponderExcluir
  6. Um belo poema, amiga Gracita.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  7. Como o Sonho Impossível de Chico Buarque, sonhar mas um sonho impossível, lutar quando a regra é ceder.
    Nada fácil, muita perdição querida Gracita, te ver e não te querer é improvável é impossível, já dizia os meninos de Belô do Skank e assim vai se sofrendo pela vida.
    Uma beleza de tradução deste sofrimento, deste querer louco que a poesia nos passa.
    Bom retorno vizinha com sua arte bela, com seus poemas de amor na temperatura alta.
    Cuide-se bem e que o semestre seja mais leve.
    Beijo e toda paz na semana.

    ResponderExcluir
  8. Lindo Gracita, quem já não se sentiu assim, loucamente envolvida em uma paixão não correspondida? Tem o lado ruim, mas tem o lado bom também, o mistério envolvido, as esperas de ver mesmo de longe e o coração acelerar...Sem contar que é inspirador!
    Adorei, abraço!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Gracita,
    Muito belo este poema!
    Contém verdades irrefutáveis e pena que assim aconteça.
    Um beijinho e uma ótima semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  10. Olá querida Gracita!
    Que bom voltar e encontrar um belíssimo poema tão fogoso, apaixonante e não conrrespondido.
    Por vezes acontece e nesta turbulência, mais fácil será perder o rasto. Amiga, sempre em forma e muito bem inspirada. Gostei muitíssimo.
    Beijinhos de paz e que Deus te abençoe!
    Luísa Fernandes

    ResponderExcluir
  11. Lindíssima, esta poética descrição do que é o desejo, onde não falta nenhum pormenor.
    A paixão, aliada à loucura, produziu um texto por demais atraente.
    Parabéns, querida Gracita, gostei muito!

    Desejo uma semana feliz
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  12. Voltastes e trouxestes um lindíssimo poema, querida Gracita.
    Agradeço a gentil visitinha aos meus blogs.
    Te desejo uma abençoada nova semana.
    Um beijinho carinhoso
    Verena.

    ResponderExcluir
  13. Lindo poema, Gracita! Quanta inspiração!
    Grande abraço e ótima semana!
    http://dedeartes-denise.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Ter um amor assim de total perdição, acorrenta a alma e o coração.
    Inspirado e belo poema
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Querida Gracita

    Um poema belíssimo que canta um amor impossível.
    Adorei a dinâmica e musicalidade das suas
    palavras.
    Beijinhos
    Olinda

    ResponderExcluir
  16. Oi Gracita
    Você poetizou com maestria esse amor impossível que machuca o coração
    Adorei minha amiga
    Beijitos

    ResponderExcluir
  17. Deve ser realmente um estado de grande desgraça -- um caso sério de insanidade...
    Escrevi em 2018, algo parecido...
    O teu poema, querida amiga, está muito expressivo e com a devida intensidade lírica.
    Ótima inspiração! Abraço e beijinhos.
    ~~~

    ResponderExcluir
  18. Gracita mais um belíssimo poema que você trouxe, lindas palavras que encantam, bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderExcluir
  19. A constatação de um amor impossível dilacera o coração
    Uma poética maravilhosa
    Encantada com o seu poetar amiga Gracita
    Beijos no core

    ResponderExcluir
  20. Boa noite Gracita!
    Um poema lindíssimo, numa construção perfeita.
    Gostei muito de ler.
    Desejo um excelente mês de agosto!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. Perdições de amor são angustiantes...
    Um poema maravilhoso, com uma estrutura e uma estética lírica que encantam o leitor.
    Bom fim de semana, amiga Gracita.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  22. É muita dor para um coração apaixonado não ser notado. O poema é deslumbrante
    Um abraço

    ResponderExcluir
  23. Perdição é a entrega total sem ter nada para receber; é ser Espírito... sem Alma.
    Parabéns.


    Beijo
    SOL da Esteva

    ResponderExcluir
  24. O amor é impossível mas o teu poema é soberbo
    Eu não quero sofrer desta perdição minha amiga
    Um abraço

    ResponderExcluir
  25. Perdição é amar sem ser amado...
    Aí o amor faz a gente chorar...

    💔💔

    ResponderExcluir

A sua amizade e presença são os alicerces que sustentam esse cantinho. Seja Feliz aqui! Volte sempre que o seu coração sentir saudades. Um beijo com afeto, Gracita.