domingo, 28 de agosto de 2016

Ecos da alma

Sentada às portas do tempo
o silêncio abraça minh'alma
e acolhe os suspiros
que entoam súplicas
sufocadas num sorriso efêmero

Neste silêncio que me plenifica
ouço os ecos da minh'alma
pensamentos se reorganizam
e uma tênue paz
invade todo o meu ser

Sentimentos soltos
tecidos com fios de prata
formam um arabesco disforme
encontram-se perdidos na alma

Ecos de alegria e dor
coabitam dentro de nós
disfarçados em emoções inexplicáveis
impossíveis de serem ditas
pois faltam palavras 
que as possam oralizar

E nesse transe de agonia
mergulho fundo na fantasia
expulso o que traz dor
deixo amornar o que oferece calor

Concentro-me nos pensamentos
que vozeiam na alma
o tédio invade a psique
sentimentos extraviados
precisam ser reorganizados

Tudo é abstrato
pensamentos duais
não há sincronismo
a alma está conflito

Ecos do meu viver
povoam meus sentidos
sonhos deixados no caminho
cambaleando nas dores recolhidas
vou levando os dias da minha vida

E como fiandeira do tempo
vou entrelaçando os fios do sentimento
embasados nos ecos da alma
que ditam o meu sentir neste viver

40 comentários:

  1. joli poème la photo est magnifique
    bonne journée

    ResponderExcluir
  2. Oi Graça,hoje estou passando rapidinho somente para te agradecer por sua ajuda na campanha da Evellyn,mas não poderia deixar de ler esses versos que amei,são versos vindo de seu coração, e toda expressão que vem do coração é um eco da alma...de sua alma amiga.
    Bjsss e obrigada, esse é o link onde fiz o post de agrdecimento
    http://tododiaediaprodianascerfeliz.blogspot.com.br/2016/08/agradecimento-pelas-doacoes.html#comment-form

    ResponderExcluir
  3. Excelente... excelente...Parabéns Amei!

    Beijos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Profundos ecos que resultaram nessa magnífica poesia! bjs, chica

    ResponderExcluir
  5. Lindo ecos da alma, sempre estamos sentindo, eis o que é poder assim poetizar as belas sensações que, mesmo que em dores, podemos dizer que tudo vale como aprendizado!
    Linda amiga Gracita, que bom te ler, deixo aqui abraços apertados!

    ResponderExcluir
  6. Poetisa, sutil poema el tuyo plena de placer te leo amiga, gracias.
    Besos

    ResponderExcluir
  7. Essas particularidades suas compartilhadas, só Deus para entender. Desejo que esses ecos te ajudem de alguma maneira. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Gracita, pela belíssima inspiração contida nesta linda poesia.
    Beijos e uma linda semana.
    Amara

    ResponderExcluir
  9. E ,como diz o poeta, "recordar é viver". Um belo poema,maiga.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  10. Bom dia linda! Estava com saudade do seu cantinho e de seus poemas. É lindo, amei seu poema inspirador. Beijos♥

    ResponderExcluir
  11. A alma...sempre tão inquieta...desperta para a poesia a autora!
    Adorei...bj

    ResponderExcluir
  12. Olá Gracita
    Quantas vozes ecoam em nossos corações mas só uma
    que é do amor é o que nos toca.
    bjs e boa semana.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Como deve ser bom ouvir o eco d'alma.
    Poesia linda de viver Gracita.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  14. É... somos complexos em sentimentos e na tentativa de analisá-los rs. Travamos tantas lutas... Bom seria se puxássemos uma linha de cada pensamento para tecer lindas toalhinhas, né?
    Seus poemas me fazem viajar.
    Obrigada pelo carinho com as casinhas.
    Abraços esmagadores e feliz semana.

    ResponderExcluir
  15. Ola amiga me desculpe mas nao tenho tido mt tempo para mim mas hoje tive que tirar um pouquinho entao vim até aqui e adorei este poema como so voce saber fazer parabens e tudo de bom mt susseso para si mil bjs bs

    ResponderExcluir
  16. A Alma vibra e soa;
    Ora suave, ora ribomba...
    Por isso é que a Pessoa
    Sabe ter a acção boa:
    Levantar-se quando tomba.



    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  17. Oi, Gracita, vim aqui conhecer seu cantinho lindo e tão no capricho.
    Vc. é uma poetisa. Parabéns.
    Sucesso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Encantador amiga arrasou como sempre,
    tenha uma semana abençoada, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  19. Ecos da alma que tecem uma poesia de vida
    Gracita, Deus abençoe sempre a você
    criar suas lindas poesias!

    bjs

    ResponderExcluir
  20. Boa noite querida Gracita.
    Profundo eco da alma, lindo poema minha amiga. Um lindo e abençoado més de setembro. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  21. Oi Gracita,
    Somos fiandeiras a fiar nossa história, que ecoam através da alma e memória.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderExcluir
  22. Parabéns mais uma vez Gracita...excelente poema.
    Beijinho
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  23. Hi! Very delicate and sensitive poem! I enjoyed your poem very much. Thanks for sharing.

    ResponderExcluir
  24. Amiga passando para ti desejar um dia maravilhoso
    que bela poesia, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  25. Bem profundo este poema, adorei amiga.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  26. AMADA AMIGA GRACITA!
    QUE POEMA ENCANTADOR, COMO TODOS OS TEUS POEMAS O SÃO, FLUEM DO FUNDO DA ALMA E PENETRAM EM NOSSOS CORAÇÕES!
    LINDO O COMENTÁRIO QUE DEIXASTE NO MEU CANTINHO.
    TENHA UMA SEMANA MUITO ABENÇOADA!
    UM FELIZ MÊS DE SETEMBRO, AMO SETEMBRO POIS AS FLORES COMEÇAM A BROTAR E TORNA O MUNDO MAIS COLORIDO!
    BEIJOS COM IMENSO CARINHO E GRANDE AMIZADE!

    ResponderExcluir
  27. Magnificos versos Ecos da alma. Parabéns Gracita!
    Adorei. Beijinhos

    ResponderExcluir
  28. Gracita,
    gostei muito de mais este belo poema.
    É sempre um gosto vir ao seu espaço e sair dele com uma sensação de bem-estar!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  29. A passar por cá para desejar uma ótima semana!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  30. Gostei muitíssimo desse seu poema, Gracita,
    que começa assim:

    "Sentada às portas do tempo
    o silêncio abraça minh'alma
    e acolhe os suspiros
    que entoam súplicas
    sufocadas num sorriso efêmero".

    Parabéns, minha amiga.
    Abraço.
    Pedro.

    ResponderExcluir
  31. Como é bom ouvir o eco do amor ressoando na alma!
    Lindo demais Gracita.
    Um belo e abençoado dia!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  32. Existem silêncios, que por vezes são fundamentais, para reorganizarmos os nossos pensamentos... e termos a capacidade de nos ouvirmos a nós mesmos...
    Um belo poema, que apela para a necessidade de nos sabermos ouvir...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
  33. Querida Gracita, espetacular falar do eco da alma,adoro sua escrita e suas ilustrações, beijinhos na alma

    ResponderExcluir
  34. São tão importantes para a serenidade da alma esses momentos de silêncio voltados para o mundo interior. Funcionam como um encontro consigo mesmo, uma pausa, uma reflexão. Essencial. E você expressou tudo isso lindamente em versos. Gostei muito, Gracita. ♥ bjs

    ["Sentada as portas do tempo"] \o/ Adorei esse começo!

    ResponderExcluir

A sua amizade e presença são os alicerces que sustentam esse cantinho. Seja Feliz aqui! Volte sempre que o seu coração sentir saudades. Um beijo com afeto, Gracita.