sábado, 12 de novembro de 2016

Musa da minha fantasia

A noite segredou-me encantos que eu não conhecia
falou-me de uma árvore mágica que produzia luas
Contou-me de um coração apaixonado
que vagava abandonado no galho mais próximo da lua

Fascinada pelos mágicos segredos
em fada da poesia me transformei
vesti-me com o pó da ilusão
viajei na cauda de um cometa
queria descobrir naquela lua
quem levara o meu coração
para florir naquela árvore da sedução

Oh lua!
Tu que escutas tudo o que o meu silêncio não diz
responda-me nos versos da poesia
o que queres com o meu coração

Tua formosura tão bela
não necessita do adorno do meu coração
tu tens o brilho das estrelas
que refletem em ti beleza e emoção

Oh lua!
Não me deixe assim tão nua
vista meu peito dorido
com a magia do amor
devolva o meu coração

Embale-o nas notas de uma canção
e permita que a emoção
venha com este meu coração
declamar-te numa singela poesia
Ó musa da minha fantasia
(Gracita)


35 comentários:

  1. A lua e o fascínio que causa aos poetas!
    Gostei de ler...bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa semana amiga!!! e bj

      Gosta de mar e de provérbios?
      Veja aqui uma selecão deles:
      http://mgpl1957.blogspot.pt/2016/11/proverbios-com-sabor-maresia.html

      Excluir
  2. Boa noite Gracita
    Cada poema é nova surpresa em graciosidade e beleza.
    Belíssimo!!!!!
    Beijokinhas

    ResponderExcluir
  3. A Lua sempre ouve os poetas! E devolve em belos versos as súplicas que lhe são feitas. Para além da beleza da imagem estou aqui embalada na doçura e no lirismo dos versos deste teu lindo poema.
    Gracita, minha linda, andei passeando pelas postagens anteriores que ainda não tinha visitado, e fiz um apanhado das últimas maravilhas que aqui registraste. Gosto muito de tudo aquilo que postas, desta tua poesia que nos leva por um mundo mágico, e faço questão de comentar as anteriores:
    Palavras estressadas... E ainda "com adjetivos melados" conseguiu adoçar o teu sentir e fazer aflorar "a magia do amor e do querer".
    O verdadeiro Poeta é assim, consegue extrair das coisas mais simples belíssimos versos de sentimentos vários e emoções múltiplas. Assim como tu, querida amiga, que está sempre a nos presentear com delicados, sensíveis, e tão bonitos versos que nascem nesse teu coração tão iluminado de amor.
    Não esqueci o teu aniversário, meu anjo, e apesar de ter estado aqui não consegui comentar nada que estivesse à altura daquilo que significas para todos nós, leitores e amigos, que tanto te admiramos. Fiz uma silenciosa prece e saí. Queria trazer-te alguma coisa diferente, um presente singelo, mas que representasse a minha gratidão e carinho por todas as palavras de afeto e solidariedade que sempre deixas lá no meu cantinho.
    Fui passear por teu espaço e lá no dia 23 de agosto encontrei uma das tuas mais bonitas postagens. Resolvi então “roubar” as palavras e o sentido da tua mensagem para compor um texto e te presentear pelo aniversário. O mérito, minha querida, continua a ser inteiramente teu, e a mim, como “ladra” dos teus desejos, só resta reverenciar a tua extraordinária capacidade de expressão literária e, humildemente, te ofertar o produto do meu roubo...

    Um dia tu quiseste ser LUAR para brilhar na noite dos amores incompreendidos quando fizessem SILÊNCIO calando as vozes que atordoam o coração...
    Quiseste ser AMANHECER para fazer um dia a mais de felicidade jorrando LUZ naqueles que vivem na escuridão da NOITE, e se em noite tu te fizesses, irias acalentar os que lutam durante o dia, preservando-lhes a VIDA para fazer renascer a esperança dos que a deixaram morrer...
    Também já quiseste ser LÁGRIMA para fazer chorar os corações insensíveis, abrindo-lhes um SORRISO que lhes encantasse os lábios amargurados...
    E quando desejaste ser o AMOR pensavas em unir as pessoas e lhes dizer que era apenas uma delas...
    Tu quiseste ainda ser um pequeno BEIJA-FLOR para entrar pelas janelas de cada pessoa amiga, dar-lhes um beijo e as envolver num carinhoso abraço, dizendo: Eu gosto de ti!
    Mas na verdade, tu ÉS tudo isto quando crias com tanta sensibilidade os poemas onde se mesclam os sentidos contidos nestas iluminadas palavras: LUAR, SILÊNCIO, AMANHECER, LUZ, NOITE, VIDA, LÁGRIMA, AMOR... E tantas outras que se criam e recriam no teu extenso vocabulário poético.
    E tu também és um pequeno BEIJA-FLOR quando vens esvoaçar as asas do teu carinho e da tua solidariedade, da tua ternura e amizade, nos doces comentários que vais deixando nos blogs amigos.
    Tu és uma pessoa linda, de coração terno e alma iluminada!
    E assim, minha querida amiga, faço a minha homenagem pelo teu aniversário que, mesmo em atraso, está cheia de carinho e agradecimento pela atenção que sempre tiveste para comigo.
    Fica um beijo do meu para o teu coração,
    Leninha

    ResponderExcluir
  4. Gracita, tua inspiração é grande demais.Adoro acompanhar as criações sempre lindas! bjs, chica

    ResponderExcluir
  5. Olá Gracita
    Me encanta a tua inspiração e o teu lirismo nestas belas composições poéticas
    Este poema ficou fabuloso. Parabéns
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Olá, querida Gracita!

    A lua sempre inspirou e continua inspirando os grandes poetas e poetisas, e claro você não poderia ser exceção, pke seu escrito é mais uma prova do k acabo de escrever.

    Graças à noite que te falou de uma árvore mágica, você se transformou em FADA DA POESIA, mas a lua levou seu coração, não como castigo, mas para você amar cada vez mais.

    Fantástico teu diálogo com o satélite natural da terra. Adorei sua imaginação e a magia e sabedoria, k coloca em tudo o k escreve. Parabéns!

    A imagem, em forma de quadro, está ingenuamente bela. Bom gosto, amiga!

    Beijos e bom domingo.

    ResponderExcluir
  7. Bonjour chère amie,

    Que de jolis mots... Petite, j'étais comme beaucoup d'enfants fascinée par la lune... Un grand nombre de poésies tournent autour de la lune. Très joli poème qu'est le vôtre.

    Gros bisous ❀

    ResponderExcluir
  8. Mais um bonito poema. Tenha um ótimo domingo Gracita!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  9. Um fascínio de poema!Parabéns

    Beijo
    Bom Domingo

    ResponderExcluir
  10. A lua é e sempre será a musa de todos os poetas e assim inspirou você amiga poetisa.
    Lindo poema Gracita.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  11. Os sonhos e os mistérios tornam-se reais quando somos tocados pelo sentir interior.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  12. Absolutamente fantástico, gostei tanto!

    Boa semana*

    ResponderExcluir
  13. Uma magia poética invadiu seu coração, foste tocada pelos mistérios etéreos.Um poema digno de aplausos mil!
    Grata por visitar minha página.
    Bjs amiga.

    ResponderExcluir
  14. Sou sua FÃ. Poema muito bonito! Adorei

    Beijo- http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  15. Alua é uma eterna inspiradora e seus poemas lindezas do romantismo. bjs

    ResponderExcluir
  16. Como aqui disse alguém, uma magia poética invadiu seu coração minha amiga, belo poema.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar

    ResponderExcluir
  17. Belo demais,querida amiga poeta Gracita!

    Senti_me num conto de fadas!

    Parabéns pelo espaço,pessoa linda!

    Obrigada pelas visitas e uma semana de paz profunda

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde, querida Gracita, magnífico poema, como sempre superando a cada dia, fico sem palavras para comentar tanta beleza. A lua sempre foi e será um símbolo de amor, de paixão e de muitos poemas e canções. Ninguém melhor que você, querida para captar tanta beleza e registrar aqui. Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Olá Gracita
    Lindos seus poemas e tão intenso
    que a ilusão das palavras passam e
    tornam realidade aquilo que a menina tanto sonhou.
    Bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Que maximo arrasou como sempre amiga,
    tenha todos uma semana abençoda e obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  21. Oi Gracita, minha amiga especial!
    Poema lindo, fiquei até sem palavras p/comentar. Vc é show amiga!
    Bjsss e uma semana abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  22. Linda e terna poesia, Gracita, a lua sempre fascina os poetas pelo seu mistério, seu brilho intenso, sua cumplicidade aos amantes. E sai versos encantadores.
    Beijo, querida amiga, uma ótima e inspirada semana.

    ResponderExcluir
  23. A Lua e o seu eterno fascínio na imaginação dos poetas.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  24. A Lua com seus encantos, fascínio dos poetas e poetisas, não é para menos, lendo e relendo suas lindas linhas minha amiga Gracita
    Sempre nos presenteando com a sua sensiblidade

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  25. Boa tarde, lindo poema saído da sua inspiração. é o fascínio da lua.
    Continuação de boa semana,
    AG

    ResponderExcluir
  26. Querida poeta: Lendo seu belíssimo poema primeiro pensei, (antes de acabar de lê-lo), daria um belo conto de fadas...Porém ao lê-lo até o fim, repensei se alguém o musicalizasse, seria uma bela canção de amor. Você além de poeta seria uma ótima compositora, letrista no reino das músicas. Eu certamente seria uma das primeiras a comprar...
    Beijinhos, Léah

    ResponderExcluir
  27. Lindo poema! Peço para homenagem-lo com um poemeto:

    E a lua por detrás da "galharia"
    Se insinuou como não sendo a lua
    Mas como algo que se insinua
    A ser a gente em sonho ou fantasia.

    E como é bom sonhar, eu te diria!
    O sonho é nave que no céu flutua
    Ao sabor da ideia vaga e nua
    Que o sonho é o luar que ao céu luzia.

    E o "luar através dos altos ramos"
    É o sonho estar aonde não chegamos,
    Mas vale a pena sonharmos ao léu.

    Sonhar, é o viver tempos risonhos
    E o real ser mais que os próprios sonhos
    É a nossa alma projetada ao céu.

    Abraço cordial. Laerte (Silo)

    ResponderExcluir
  28. Belo e formoso poema!
    Fico encantada com a sua inspiração. É o fascínio da lua...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  29. Olá Gracita,
    Ontem tentei comentar aqui pelo celular e não consegui, hoje pelo pc sim...vai entender....
    Primeiro, Somos "irmãs gêmeas" na questão dos insetos,kkk, uma vez fiz um escândalo num ônibus lotado por causa de uma borboleta bruxa, que veio pousar em mim...imagina a cena, kkkk. Mais de 20 anos depois, tentei, e conseguir entrar num viveiro de borboletas, achei que estava curada do medo, mas esse ano percebi que não...sempre borboleta bruxa, kkk, entrou no meu banheiro, mas a vi a tempo de fechar a porta e sair, ela não se conteve e veio para o meu quarto, olha, acho que os vizinhos todos ouviram o escandalo, e olha que moro um pouco afastada dos vizinhos, kkkkk
    Adorei a sua poesia, e veio numa hora em que todos falavam da lua de ontem, que aqui no Rio não vimos, kk
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  30. É sempre tão relaxante ler seus textos.

    ResponderExcluir
  31. Belíssimo poema, sobre a Lua... que andou mais bonita por estes dias... e mais brilhante que o habitual...
    Beijinho!
    Ana

    ResponderExcluir

A sua amizade e presença são os alicerces que sustentam esse cantinho. Seja Feliz aqui! Volte sempre que o seu coração sentir saudades. Um beijo com afeto, Gracita.