segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Casulo

Oclusa dentro do meu casulo
nada vejo além do muro
neste ninho aconchegante
adormeço por um instante

Inacessível está o mundo
pra essa alma aprisionada
que chora aflita e agoniada
tentando sem êxito romper
o lacre inviolável da solidão

O tempo passa ligeiro
trazendo o vento galhofeiro
que faz festa no tecido do casulo

Como se fosse bordado
o fio translúcido se rompe
uma fenda aparece na nervura
daquele belo trançado

O luar me encontra compungida
afogada nas lágrimas da desilusão
despida de amor e emoção

Como o despertar de um vulcão 
no ponto de fervura entro em ebulição
do meu tormento de lavas
expurgo a dor da ilusão

Num gemido silencioso 
vou rompendo o véu do meu casulo
para o despertar da borboleta
que baila ao som da felicidade
em absoluta liberdade
(Gracita)

E para completar este voo poético
deixo o belo vídeo Butterfly
num balé de cor e amor

29 comentários:

  1. UAU! Que beleza de poesia e despertar da borboleta;;;Lindo vídeo também! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia seguida de um vídeo maravilhoso.
    Ótima semana, beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Gracita
    Amo referência a casulos e borboletas!
    É como se fosse mágico.
    Uma vez li que a borboleta quando se transforma tem o DNA completamente diferente da lagarta.
    Fiquei encantada com isso.
    Encantada também fiquei com seu poema que fala do tempo de solidão, de transformação, de liberdade!
    Amei tb o vídeo.
    Excelente semana pra ti poetisa
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Excelente, maravilhoso!!!

    Beijo e uma excelente semana

    ResponderExcluir
  5. Olá, Gracita!
    Gostei muito deste seu poema ("Casulo"), no qual
    pude acompanhar a viagem interior da poetisa, na
    sua busca por algumas respostas (interrogações que
    as vi implícitas). Um poema belíssimo, querida amiga.
    Uma ótima semana.
    Meu abraço
    Pedro

    ResponderExcluir
  6. Maravilhosa poesia Gracita!
    Uma metamorfose que somente Deus explica.
    Bjs e uma linda semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Mundo mágico é os das borboletas , e mágico é o despertar desse casulo.
    Que ele venha com as magias da transformação e o maravilhoso mundo das descobertas. Adorei a poesia e o vídeo

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida amiga Gracita!
    Que maravilha de poema sempre encontro aqui e que elevam meu espírito e afugentam coisas que não valem a pena!
    "Como o despertar de um vulcão
    no ponto de fervura entro em ebulição"..
    Hum! Lindo demais!
    Seja feliz e abençoaoda!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Gracita, fizeste uma linda viagem pelo interior do casulo, viajei nos seus versos!O vídeo simplesmente lindo!!
    Bom e abençoado dia te desejo!

    Bjss!

    ResponderExcluir
  10. Wow! Very beautiful. Thanks for sharing.

    ResponderExcluir
  11. que lindo poema e lindas borboletas no vídeo !!!
    grande abraço.
    :o)

    ResponderExcluir
  12. Oi Gracita querida, bt!
    Poema lindo e o vídeo até dispensa comentário de tão belo que é. Parabéns!
    Bjsss amiga e continuação de uma bela semana p/vcs

    ResponderExcluir
  13. Que maravilha de poema acompanhado pelo magnífico video. Adorei!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá amiga!!

    Parabéns pela beleza do seu post. Ficou tudo perfeitinho, querida!

    Obrigada pela firme presença e desculpe minha demora, viu? Bjss e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  15. Uma lindíssima inspiração... culminando num não menos espectacular vídeo!...
    Adorei este post, Gracita!
    Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  16. Belos versos Gracita, assim como o vídeo! Inspiradíssima!
    Quero te agradecer pelos votos lá no meu blog, por conta do meu aniversário. Felicidades e saúde para você e família.
    Já te sigo Gracita, mas há épocas que o trabalho e as saídas tomam muito o meu tempinho precioso, antão, por vezes demoro para visitar os blogs, mas eu venho.
    Um beijo, abraços e muitos carinhos.

    ResponderExcluir
  17. Uma postagem colorida e encantadora.
    No notável poema, o eu poético transfere para a borboleta
    os seus anseios e sentires, numa composição excelente.
    Também gostei da canção amorosa e do vídeo.
    E viva o talento e bom gosto, Gracita!
    Grande abraço, querida amiga.
    ~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  18. Maravilhoso esse despertar da borboleta para a liberdade.

    Linda metáfora em forma de poesia,querida amiga Gracita!

    Uma pérola,assim como a imagem e o vídeo.

    Adoro seu espaço .Recebi sua atualização e vim rapidinho ver.

    Obrigada pelas visitas



    Beijos sabor carinho e uma noite de quarta_feira de paz e alegrias

    Donetzka

    ResponderExcluir
  19. Olá Gracita
    Metamorfoseando o eu poético numa dissertação dos sentimentos e desejos até o ápice da transformação
    Poema magnífico. Adorei! Parabéns
    Um abraço

    ResponderExcluir
  20. Gracita um belo poema acompanhado de um vídeo fantástico gostei muito de ver, Gracita bjs,
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderExcluir
  21. Excelência de poesia e um vídeo extraordinário.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Que poema maravilhoso!
    A metamorfose e belíssimo despertar. Amei e este vídeo é espetacular
    Beijokinhas

    ResponderExcluir

  23. Cara Gracita

    Belo esse seu poema que nos mostra que é preciso lutar para alcançar aquilo de que precisamos para o nosso crescimento como pessoas. Por outro lado, metaforizando, sendo o casulo o lugar de desenvolvimento por excelência o momento da completa libertação é também aquele em que poderemos sentir que vale a pena a nossa passagem por este mundo.

    Bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  24. A Vida é uma continuada metamorfose. Nela nos vamos transformando, crescendo, formando...
    Um dia voaremos como as borboletas.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  25. Olá querida Gracita, o seu poema leva-nos a viver a tansformação que se passa dentro de um casulo, a amiga é a raínha da poesia, adoro o que escreve beijinhos e um forte abraço

    ResponderExcluir
  26. Bom dia Gracita.
    Um belíssimo poema. Amiga um feliz final de semana. Beijos.

    ResponderExcluir

A sua amizade e presença são os alicerces que sustentam esse cantinho. Seja Feliz aqui! Volte sempre que o seu coração sentir saudades. Um beijo com afeto, Gracita.