terça-feira, 27 de outubro de 2015

Leve como uma pluma

Desejamos ardentemente a felicidade
Mas no nosso egoísmo não aceitamos os pedaços
Fatias de felicidade não nos servem
Queremos que ela seja plena

Ansiamos triunfar sobre todas as dores
Queremos exorcizar nossas mágoas
Podar de vez as incertezas
E assim acabar com as tristezas

E aquela dor pujante
Que tanto abalou o coração
Assim num sopro efêmero
Se foi... Leve como a pluma

A verdade apareceu
Sem que fosse procurada
Nua e crua se revelou
Uma crise ela ocasionou

Com o choque uma tremedeira
O coração bateu descompassado
E naquela louca arritmia
Brotou um insano desejo
De ferir com a mesma intensidade
Aquele que por várias te feriu

Mas o tempo é bom conselheiro
Devagarinho o coração acalmou
A alma leve e serena
Enviou um recado ao coração
Tristeza nunca mais
Chegou o momento
 De exorcizar aquele fantasma
 Que tanta dor provocou.

O coração conheceu a leveza da pluma!
E você meu amado
Deixou de ser essencial
O amor de outrora
É agora um fantasma na escuridão.

21 comentários:

  1. Leve como uma pluma,
    será, talvez, uma pena
    de maneira nenhuma
    quero perder esse tema!

    Foi ele que, origem, deu,
    a esse poema de amor
    apaixonada o escreveu
    Gracita, mulher-flor!

    Que o tenha feito,
    sem a dor pujante
    dentro do seu peito
    coração palpitante!

    Eu que não sou chibante,
    estou para aqui a imaginar
    tudo o que seja gratificante
    de bom, nunca deveria acabar!

    Tenha amiga Gracita, um bom dia, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Gracita
    Um poema Lindo demais.. e uma imagem SOBERBA! AMEI.


    Beijo e um dia feliz
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Bonsoir chère amie,

    L'art de mettre les mots en valeur... Belle poésie. Bravo !

    Gros bisous ☾

    ResponderExcluir
  4. Amores que vão e outros que vêm...em cadência poética! Gostei...e bj

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Gracita
    Eu vivo de fatias de felicidade e dá pra dizer que sou MUITO feliz... vou juntado e fica um TANTÃO...
    Poema expressivo bem ao seu estilo!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  6. Hi! Your poem is very beautiful. Thanks for sharing.

    ResponderExcluir
  7. Lindíssimo, Gracita!!!!!!! Ótimo dia!!!!!!!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que poesia maravilhosa, Gracita! Às vezes precisamos mesmo deixar ficar para trás, quem apenas nos fez sofrer... ainda que uma parte de nós se perca no processo...
    Como sempre uma extraordinária partilha!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
  9. Que bom que a vingança não se concretizou, pois só assim essa leveza pode ser alcançada.
    Adorei, Gracita!

    Que sua quarta seja cheia de momentos felizes e seu coração "flutuante" como esta pluma.

    Abraços esmagadores.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite Gracita!
    Mais um extraordinário poema,.será que a bela poetisa pensou em escrever um livro?
    Continuação de boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Linda e sorridente, amiga Gracita...
    Que texto lindo, somos mesmo assim, queremos a felicidade plena, total e muitas vezes, não percebemos, que a felicidade é formada por momentos aqui e ali que desfrutamos no nosso dia a dia e que nem sempre damos valor... Então, algumas vezes, nos ressentimos por não termos mais alguém ao nosso lado e chegamos até pensar que só seríamos felizes, se o tivéssemos, ledo engano, quando atingimos o entendimento providencial, de que cada ser entra em nossas vidas e irá nos proporcionar por determinado tempo, momentos felizes e depois, por motivos mais variados, poderá partir, mas deixando para traz, um pouquinho dele em nós, nos sentimos tão mais aliviados e o ressentimento e a tristeza, se dissipam.. Penso assim, querida.
    Beijos bem docinhos, nessa carinha linda e feliz, texto maravilhoso!!!

    ResponderExcluir
  12. Gracita querida, linda imagem e seu poema maravilhoso!
    Uma linda quarta feira!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  13. Abençoado dia, Gracita!!!!!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  14. Quando o sofrimento é grande, pesado, torna-se bem desinteressante continuar... Decisão certa é escolher outros caminhos. Pra tudo!
    beijos, Gracita!.

    ResponderExcluir
  15. Leve como uma pluma, e lindo de se ler. Parabéns, linda poesia. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Desejamos a felicidade acima de tudo e desejamos também imensa saúde para podermos ser felizes!! Excelente fim-de-semana querida Gracita!!

    ResponderExcluir
  17. Olá Gracita!

    Que todos nós tenhamos essa leveza na vida!
    Sábias palavras, amiga.
    Você arrasou linda!

    Linda semana!

    Bjkssss

    ResponderExcluir

A sua amizade e presença são os alicerces que sustentam esse cantinho. Seja Feliz aqui! Volte sempre que o seu coração sentir saudades. Um beijo com afeto, Gracita.